Como o FC Porto fica sem dinheiro apesar de ter 300 milhões em vendas?

2271

FC Porto vende 324,94 milhões de euros nos últimos 5 anos

Para o efeito deste artigo iremos analisar os números entre as épocas de 2012/2013 até 2016/2017.

Nos últimos cinco anos, o FC Porto apenas em venda conseguiu em vendas 324,94 milhões de euros. No entanto isso não foi impedimento para que ficasse sob vigilância do Fairplay financeiro.

Isto deve-se a diversos factores e um deles foi o crescente investimento nas contratações feitas pelos Dragões nos últimos cinco anos que se estima em 171,70 milhões de euros. Boa parte deste aumento foi feito no período que Julien Lopetegui treinou o Porto. Nos dois anos que o treinador ficou no Dragão, gastou cerca de 88,7 milhões

Considerando para efeito de calculo que os Dragões detinham 100% de passe no momento da venda (coisa que não aconteceu em alguns casos), os Dragões teriam um lucro de 153,24 milhos.

No entanto estes são dados que incluem apenas transferências. Se consideramos os lucros vindos de bilheteira, merchandising, patrocinadores e as despesas que incluem os salários de jogadores e pessoal a situação fica um pouco diferente.

Sendo assim iremos analisar os números da época 2015/2016.

Se consideramos os ganhos do FC Porto na época 2015/2016, os Dragões tiveram cerca de 218,506 milhões de euros em rendimentos.  Já em despesas teve cerca de 168,292 milhões de em despesas os Dragões na época 2015/2016. Tendo em conta estes valores o FC Porto teria um lucro de 50,214 milhões.

FC Porto

Tendo este quadro não se percebe como é que o FC Porto tevem um saldo de -58,3 milhões. A única explicação é a ultilização do dinheiro para o pagamento de empréstimos obrigacionitas.

A grande questão que se faz aos dirigentes do FC Porto, é como é que deixaram as contas dos Dragões chegarem a tal estado?

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here